O Brasil está em clima festivo com a copa de 2014! Mas e a desigualdade social e o crime, também estão?




Em janeiro de 2010, foram divulgadas pelo Instituto de Segurança Pública (ISP) as estatísticas de criminalidade do Rio de Janeiro (que não são nada otimistas). Foram analisados 34 tipos de crimes, alguns se destacam no crescimento de acordo com o mês anterior, como por exemplo, os homicídios dolosos que tiveram um aumento de 8,7% e roubos de ônibus 7,8%. Também foram registrados muitos casos de resistência à prisão, conhecido como “Auto de Resistência”, crime este que chegou a 32,4% (são 23 casos a mais que dezembro de 2009).

Com tantos índices negativos assim, fica difícil pensar em festas e campeonatos, ainda mais de porte internacional. Mas senta aí que ainda não acabaram as ironias brasileiras: Segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), 43 milhões de brasileiros vivem ou se encontram abaixo da linha da pobreza. O Nordeste, onde é encontrado um terço da população, tem metade dos pobres e dois terços dos indigentes. Preocupante não é!?

Enquanto milhares de crianças, jovens e adultos morrem de fome e sofrem com a segurança precária, o Governo Federal investirá cerca de R$ 1,30 bilhão para reformas, construções e melhoramentos, o que representa mais de 50% do orçamento total da Copa. O Rio de Janeiro, uma das principais cidade do evento, que por coincidência é a líder de violência em todo o país, irá investir (aliás, a Prefeitura e o Governo Estadual) as outras porcentagens.

Não estou aqui para dizer o que é certo ou errado... Mas a pergunta que fica é: Essa bagatela, minimizaria os deslizes dos mandatários do Brasil?



Foto: movimentorevolucionario.org.br
SHARE
    Blogger Comentarios
    Facebook Comentarios

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Tecnologia do Blogger.