Boitempo



O Antenados Cult está a todo vapor! Depois de duas indicações relacionadas a cinema, esta semana ficou exclusiva para leitura, com uma boa indicação de uma obra do escritor dos escritores, Carlos Drummond de Andrade.
 
Juliana Morganti é formada em Letras e cursa Psicologia. Juliana  compartilhou conosco o livro Boitempo de Drummond.
Boa Leitura!
@Juliana Morganti
Leitura obrigatória para os amantes de poesia, a obra Boitempo, do grande escritor brasileiro Carlos Drummond de Andrade, traz poemas memorialistas que tratam de temas recorrentes na poesia do autor, como a infância, a memória e a visão irônica de mundo.

Estruturada em dois volumes (Boitempo I, Boitempo II e Boitempo III), a obra teve sua primeira publicação em 1968. Focada em vivências bem mineiras e interioranas essa reunião de poesias tem, por vezes um tom saudosista. 
O boi e o tempo, que se unem numa experiência poética (e só podem ser entendidos na ótica drummondiana juntos) refletem um olhar maduro sobre aquilo que ficou para tras e traduz um sentimento de pertencimento a um mundo não mais existente. O que poderíamos facilmente traduzir por saudade, o poeta transforma em arte crítica e sensível. 

Poemas como O verbo ser, A montanha pulverizada e A nova casa de José, dão ao leitor a sensação de imersão no mundo drummondiano, numa experiência de intimidade com o autor e, mais ainda, nos dão uma autêntica prova daquilo que sabemos ser mineiridade.
SHARE
    Blogger Comentarios
    Facebook Comentarios

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Tecnologia do Blogger.