Biblioteca Ramacrisna Realiza exposição do escritor Machado de Assis


Para aqueles que não dispensam a companhia de um bom livro, vale a pena conferir essa dica:



Durante o mês de fevereiro, a biblioteca Professor Arlindo Corrêa da Ramacrisna realiza a primeira Exposição Machado de Assis. O trabalho é mais uma ação realizada pela instituição que tem como foco a promoção à leitura.




Entre as atividades os visitantes poderão usufruir de:



·         36 livros do autor (disponíveis para empréstimo);

·         apresentação de trabalhos sobre a obra do autor;

·         bate papo sobre a vida do autor;

·         contação de histórias;

·         momentos de audição dos livros (áudio livros) e

·         oficina de escrita de contos.



No encerramento da exposição, no dia 20 de fevereiro, será realizado um concurso de contos criados pelos alunos da instituição e a dramatização de algumas obras de Machado de Assis.



Exposição Machado de Assis

de 06 a 20 de fevereiro

7h ás 12h e 13 ás 16h

Rua Mestre Ramacrisna 379, Bairro Santo Afonso



E para quem é amante do escritor, as atividades não param por ai. A partir dessa semana a peça 'VULGARIDADES SUBLIMES', entra em cartaz no Teatro Júlio Mackenzie do Sesc Palladium. A peça é uma produção do grupo Insensata Cia. de Teatro.




VULGARIDADES SUBLIMES

de 05 a 27 de fevereiro, às 20h.
Teatro Júlio Mackenzie - Rua Rio de Janeiro, 1.046, Centro
Ingressos: R$ 24 (inteira), R$ 12 (meia) e R$ 10 (Sinparc).
Até dia 27, a peça ficará em cartaz às terças e quartas-feiras (exceto dias 12 e 13).

A peça “Vulgaridades sublimes”, é uma adaptação dos contos “Pai contra Mãe” e “A cartomante”

feita pelo grupo Insensata Cia. de Teatro.



O espetáculo trata de situações recorrentes e passionais que revelam o ser humano em sua universalidade. A paixão de um homem e uma mulher, o sentimento de traição ou o amor de um pai pelo seu filho são sentimentos que podem levar qualquer ser humano a atitudes extremas. No campo das emoções, todo homem se iguala. Em tais situações não se nota o “escravo” ou o “senhor”: vê-se o homem.





Para mais informações sobre a peça acesse o site:

http://divirta-se.uai.com.br/app/noticia/arte-e-livros/2013/02/05/noticia_arte_e_livros,140130/machado-de-assis-sobre-os-palcos.shtml




SHARE
    Blogger Comentarios
    Facebook Comentarios

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Tecnologia do Blogger.