Como resolver a crise no jornalismo? Parte IV


O texto de hoje é da instrutora Cleidiane Duarte, que deixou explícita sua opinião  sobre o assunto.

Texto: Cleidiane Duarte
Foto: Google images


Qual seria a forma certa para resolver de vez a crise no jornalismo?

Fiquei indagada por horas antes de começar a rascunhar esse texto. Será mesmo ter uma solução para se resolver essa crise?

Como ouvimos no podcast (O jornalismo no Tempo da Internet) , o jornalismo se encontra com uma defasagem, tanto para o ingresso no curso quanto para os profissionais já formados, não bem qualificados. A internet e a inserção do jornalismo nas redes deixou a situação um pouco pior.

Acredito eu que, deve ser investido uma melhor qualificação nos estudantes da área e que a grade do curso seja refeita para atrair os estudantes do ensino médio a fazerem essa graduação. As empresas e veículos de comunicação pensarem em algo para trabalhar o jornalismo na internet, para que não seja um jornalismo duvidoso, para que as notícias “falsas” do facebook passem a ser verdadeiras, uma fonte segura. Que jornalistas não provoquem mais casos como o da Escola Base, em que uma cobertura ou apuração estragou a vida de pessoas.

Pouco tempo atrás, conhecíamos somente as notícias de TV, mais especificamente Jornal Nacional, e hoje, o que menos assistimos na TV são os telejornais. Deixamos essa mídia, para nos assegurar pela internet, pelas redes sociais, que na maioria das vezes não são fontes seguras.

O jornalismo pulando etapas não é jornalismo, não se faz a profissão com etapas incompletas. Que as faculdades possam passar isso para os futuros jornalistas, para que saiam preparados para fazer um jornalismo de qualidade onde quer que estejam.

SHARE
    Blogger Comentarios
    Facebook Comentarios

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Tecnologia do Blogger.