Como resolver a crise no jornalismo? Parte II


-->
E a segunda opinião sobre o tema: A Crise no jornalismo, é de Hellen Silva, que por sinal expressou muito bem o que pensa sobre o assunto.
Texto: Hellen Silva
A busca por um jornalismo de qualidade e com agilidade vem se tornando um desafio diário para os principais veículos de comunicação .
Com a nova onda tecnológica, o espaço do jornalismo que antes conhecíamos vem se perdendo para o que hoje é visto como uma grande novidade: as redes sociais.
A prática antiga de sentar e nos desfrutar com um velho jornal repleto de conteúdo, foi deixada de lado, e uma informação que antes tomava boa parte de nosso tempo, é lida com menos de cinco minutos, carregada de uma tempestade de fotos e vídeos.
O costume agora se voltou para um conjunto de informações onde as pessoas buscam seu próprio conteúdo, e além de tudo criam suas próprias verdades a respeito de um determinado assunto.
E onde fica o papel dos veículos de comunicação no meio disso tudo? Como era esperado o desespero não poderia ser diferente.
Agora, além de driblar a concorrência, eles terão que driblar também sua principal fonte de sustento, o público receptor.
Há um ditado que diz: a voz do povo é a voz de Deus, e os meios de comunicação tem levado isso extremamente ao pé da letra.
Antes os receptores estavam dispostos a receber aquilo que lhes eram passado, atualmente, as notícias são voltadas para o maior número de receptores possíveis e com os assuntos mais procurados, independente da sua qualidade e utilidade. Com isso, até mesmo o curso de jornalismo se “atualizou” , deixando os futuros profissionais prontinhos para aquilo o que o novo público quer.
Mas a partir dessa discussão surge uma pergunta: qual seria a forma ideal do jornalismo? Bem, com certeza ainda é muito cedo para encontrarmos a resposta a essa pergunta tão difícil.
Talvez ela seja respondida quando ambos os lados aceitarem e pensarem em qual é o seu papel na busca pelo jornalismo de qualidade, e principalmente na reflexão de seu verdadeiro significado.


SHARE
    Blogger Comentarios
    Facebook Comentarios

0 comentários:

Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Tecnologia do Blogger.